Último boletim da Saúde confirma: Sertaneja está com epidemia de dengue


O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Paraná, que monitora a dengue no Estado, registrou, na primeira semana de julho, mais de 18 mil casos confirmados da doença, desde agosto do ano passado.

Se comparado com a última semana de junho, houve um aumento de mais de 1.000 casos. O número de municípios em epidemia também aumentou, passando de 81 para 88 nesta situação. Em nossa região, o Boletim da Secretaria de Saúde divulgado no último dia 6 de julho, aponta que, na região do Norte Pioneiro, estão em epidemia da dengue os municípios de Uraí, Leópolis, Rancho Alegre, Jataizinho e Sertaneja. Na região norte estão em epidemia os municípios de Lupionópolis, Primeiro de Maio, Sertanópolis, Alvorada do Sul, Cafeara e Florestópolis (os municípios aqui listados são apenas onde o Jornal da Cidade circula. No total são 88 municípios em epidemia).

Em sinal de alerta estão os municípios de Porecatu e Miraselva. Não existe sinal de alerta apenas nos municípios de Centenário do Sul, Bela Vista do Paraíso e Jaguapitã. Não há informações sobre Prado Ferreira.

Até o fechamento desta edição, haviam sido confirmados 21 casos de óbitos no Estado. A Secretaria de Saúde, através da Vigilância Sanitária solicita que os municípios intensifiquem o Controle de Epidemias de Dengue, através do controle vetorial. Segundo a 17ª Regional de Saúde, “É fundamental a participação da população no combate ao mosquito transmissor da dengue, o Aedes Aegypti”, disse a coordenadora da Divisão de Vigilância Ambiental, Ivana Belmonte. Pesquisa realizada entre abril e junho deste ano, mostra que 329 municípios são considerados infestados, ou seja, 82,5% apresentam disseminação e manutenção do vetor nos domicílios.

É fundamental o apoio da população. Somente o Poder Público não consegue combater o mosquito que, mesmo no inverno, se mantem ativo. Caso o controle não seja eficaz, nos meses quentes seremos vítimas de uma pandemia na saúde pública, com milhares de mortes e o estrangulamento dos hospitais. É hora de todos colaborarem e fazerem a sua parte. Cuide da sua casa e do seu quintal. Fique também de olho no seu vizinho e, se for necessário, denuncie à Vigilância Sanitária do seu município.


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>