Campeonato de Futsal termina em confusão


O que era para ser uma bela noite esportiva acabou em confusão, no último dia 02 de agosto. O jogo de abertura da noitada esportiva foi entre as equipes femininas de futsal de Sertanópolis, as Maravilhas x Ativistas, com arbitragem da Federação Paranaense de Futsal. Aos nove minutos do primeiro tempo, a jogadora Fernanda anotou um belo gol, com um chute da intermediária colocado no canto esquerdo da goleira da equipe do Maravilhas. ]

No segundo tempo, Mayara, aos 14 minutos deu os números finais ao placar: Ativistas 2 x 0 Maravilhas. No segundo jogo foi disputado o terceiro e quarto lugar. Jogaram as equipes do Juvenil EC e Esporte Bach. O primeiro gol foi do Bach, aos 5 minutos, com um tiro indefensável da intermediária, desferido pelo atacante Allan. No segundo tempo, a equipe do Juvenil corrigiu algumas falhas e voltou melhor, mais determinado. Aos 6:30”, depois de uma defesa parcial do goleiro Vinícius do Bach, Jeferson, do Juvenil aproveitou o rebote e mandou a bola para as redes. Aos 13:30”, o jogador Nilton Poças, do Juvenil fez uma linda jogada individual e anotou um golaço, de calcanhar. A equipe do Bach ainda teve o goleiro contundido e seu substituto nos minutos finais foi jogar na linha, deixando o gol escancarado. Era tudo ou nada. O placar estava 2 x 1 e o empate levaria o jogo para decisão por pênaltis. A estratégia não deu certo e, faltando poucos minutos para terminar, depois de um passe açucarado do jogador Bruno, do Juvenil, o atacante Nilton Poças, em noite inspirada só teve o trabalho de tocar para o fundo do gol. O placar ficou em Juvenil 3 x 1 Esporte Bach. Um belo jogo.

No intervalo dos jogos, aconteceram apresentações das equipes de GR da Divisão de Esportes e do Instituto Eulália Zanin, que apresentou um número de dança de rua. A professora de GR é Kamilly Faria, de muitos títulos pela Unopar e pela Seleção Brasileira de GR, é quem coordena o projeto de Ginástica Rítmica de Sertanópolis, que atende cerca de 200 crianças com idades entre 5 a 12 anos.

A partida final, decisiva, seria entre as equipes do Rizzato/Franco x EF/MF BSR. Já no início, a coisa não começou bem. A torcida do Irmãos Fachini jogou pipoca no meio da quadra, obrigando jogadores e árbitros limparem o local. Logo no início da partida, aos 1:30”, o jogador Costelinha anotou o primeiro gol dos Irmãos Fachini, encaixando uma bola indefensável no canto esquerdo do Goleiro Bonfain do Rizzato/Franco. Aos 3:30” mais um gol dos Irmãos Fachini/BSR. Dessa vez foi o atleta Bicafé o marcador, depois de uma bela jogada pela esquerda. A equipe dos Fachini/BSR estava arrasadora. Aos 9 minutos, foi a vez de Roninho ampliar o placar. Só que aí veio a confusão. Pelo que ficamos sabendo depois, havia uma mágoa entre o jogador Roninho e o Fernando do Circo, de jogos passados. Bastou uma provocação para o circo pegar fogo. A confusão foi geral, o árbitro expulsou um de cada time, mas, mesmo assim, os ânimos não se acalmaram. A torcida acabou entrando na confusão e a briga foi generalizada.

Um péssimo exemplo de como não deve ser o esporte. Sem o famoso “fair play”, sobrou prá todo mundo e o jogo acabou indo para o tapetão da Federação Paranaense de Futsal. Vamos aguardar o resultado para saber se vai ter outro jogo, se o placar vai ser mantido, o que vai acontecer. Uma pena que tenha terminado dessa forma. Era para ser uma bela noitada esportiva e acabou sendo um péssimo exemplo para as crianças e famílias que foram até o Ginásio de Esportes Teixeirão para assistir futsal e não MMA. O Secretário de Esportes, Fabinho Araújo lamentou o ocorrido e o Departamento de Esportes divulgou a decisão da Comissão de Ética, no último dia 07 de agosto.

Segundo os membros da Comissão, o atleta Rony Correia da equipe EF & MF BSR extrapolou ao comemorar a marcação de um gol, fazendo gestos de deboche defronte o banco de reservas da equipe do Rizato/Franco. O atleta Rodrigo Evangelista não se conteve e agrediu o atleta que provocava. O atendente da equipe EF & MF BSR, Mairon Fachini também invadiu a quadra e desferiu socos e pontapés, sendo expulso. Na saída, Fachini foi agredido pela torcida, ocorrendo uma briga generalizada, inclusive com a invasão da quadra. O jogo foi suspenso, pois não havia mais clima e segurança aos presentes no evento.

Ao analisar as imagens dos vídeos de monitoramento, foi possível verificar que o atleta Claudio Ney dos Santos, da equipe Shoop Sertão/Shark City foi um dos agressores do atendente Mairon Fachini na saída da quadra. Na sequência, o atleta Alessandro da Conceição, também teria agredido Mairon. Outros membros da torcida também participaram da briga generalizada.

Dessa forma, a Comissão resolveu punir Rony Correia, Mairon Fachini, Rodrigo Evangelista, Claudio Ney dos Santos e Alessandro da Conceição com a suspensão das próximas 12 partidas de campeonatos a serem realizados pelo Departamento de Esportes da Prefeitura de Sertanópolis.

Apresentação GR.
Apresentação GR.
Apresentação Instituto Eulália Zanin.
1º lugar feminino: Ativistas
2º lugar feminino: Maravilhas
3º lugar masculino: Juvenil
4º lugar masculino. Esporte Bach
As equipes Rizzato/Franco e EF/MF BSR que fariam a partida final, protagonizaram uma briga generalizada acabando com o campeonato. Briguentos foram punidos.
As imagens foram desfocadas para preservar os envolvidos.

As imagens foram desfocadas para preservar os envolvidos.

As imagens foram desfocadas para preservar os envolvidos.

As imagens foram desfocadas para preservar os envolvidos.


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>