Apae comemora 50 anos com Rodeio e lançamento de revista


A Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais de Sertanópolis promoveu o seu tradicional Rodeio, a 34ª Festa do Peão de Boiadeiro, para marcar a comemoração dos 50 anos de existência da entidade que cuida de cerca de 100 crianças com atendimento especial em diversos setores, como aulas de reforço, alimentação, fonoaudiologia, fisioterapia, psicologia, entre outros atendimentos especiais, de excelente qualidade, com profissionais dedicados e capacitados. A Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais de Sertanópolis promoveu o seu tradicional Rodeio, a 34ª Festa do Peão de Boiadeiro, para marcar a comemoração dos 50 anos de existência da entidade que cuida de cerca de 100 crianças com atendimento especial em diversos setores, como aulas de reforço, alimentação, fonoaudiologia, fisioterapia, psicologia, entre outros atendimentos especiais, de excelente qualidade, com profissionais dedicados e capacitados.

Para comemorar a data especial, a entidade lançou uma revista comemorativa, que pode ser adquirida na Secretaria da escola e servirá para ajudar na manutenção da entidade. O valor não foi estipulado, mas qualquer valor será muito bem-vindo, no sentido de reforçar financeiramente a Apae.

A Festa do Peão também é uma forma de arrecadar recursos para a Apae de Sertanópolis e, este ano, teve início no dia 03 de setembro, com a tradicional cavalgada. Para evitar problemas com os animais, a entidade atendeu solicitação dos participantes e restringiu o uso de carros de som e motos. A comitiva saiu defronte o Recinto de Rodeio da Apae e percorreu diversas ruas do município, retornando ao local de saída, onde foi servido um almoço.

No dia 06, aconteceu um show com a dupla Day e Lara e, no dia 07, a festança começou de vez, com Prova de Laço, promovida pela Equipe Topa Tudo, um dos grandes colaboradores do evento este ano. Na sequência, teve início o Rodeio Profissional, com locução do amigo Samuel do Prado, um dos melhores locutores de rodeio do Norte do Paraná. O encerramento ficou a cargo da dupla Marcus e Dalto que fizeram um show com repertório agitado para a galera dançar até a madrugada.

No dia 08 o piseiro continuou com as meninas da Prova do Tambor, também promovida pelos garotos sangue bom da dedicada equipe Topa Tudo (Parabéns, moçada). Logo após, o rodeio profissional teve sequência e, para finalizar, show com Fabinho e Rodolfo que avançou madrugada adentro.

No dia 09, no sábado, aconteceu a final da Prova do Tambor e a prova “Mala de Louco”, uma disputa que um dos competidores entra na arena montado num cavalo e tem que apanhar um companheiro que o espera perto de um tambor. Se o companheiro não conseguir montar na garupa ou o tambor for derrubado, a dupla é desclassificada. Ganha quem cumprir a prova no menor espaço de tempo.

Foi no sábado que houve a presença de autoridades e o discurso de agradecimento da diretoria da Apae. Na sequência teve a final do Rodeio Profissional e a noite foi finalizada com show da dupla Ricardo e João Fernando. A Festa do Peão foi encerrada no domingo, dia 10, com almoço servido com Costela e Porco, no Fogo de Chão, finalizado com Leilão de Gado e brindes doados por colaboradores, pelo comércio e pela população.

O carro da Apae abriu a Cavalgada, que foi seguida por centenas de cavaleiros.

O Pres. da Apae, Toninho Zanin recebe um quadro com a capa da revista comemorativa de 50 anos.

Com fotos do Jornal da Cidade e Renee Furlan


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>