As flores do jardim de nossa casa, morreram todas…


O Prefeito de Porecatu, Professor Fabio Luiz Andrade, plantou milhares de florezinhas nos canteiros das avenidas, na praça central e no prédio da prefeitura. A atitude recebeu elogios da população até… saberem o quanto custou o belo gesto: Uma grana preta. Entramos com um pedido de informações na Prefeitura para apresentar o valor exato.
Até aí tudo bem! A atitude era louvável pois estava embelezando a cidade. Porém, além de gastar o dinheiro público, as florezinhas, criadas em estufas climatizadas e com muito adubo no pé, não resistiram ao sol causticante, falta de nutrientes e aqueles cuidados iguais a bebês recém-nascidos. A grande maioria está morrendo e outras definhando.

No verão, a coisa será ainda pior. Algumas variedades possuem um ciclo e, ao fim desse ciclo, acabam morrendo, por mais que se cuide.

O prefeito não deveria ter se empolgado.Ser gestor público não é brincadeira, não é apenas plantar florezinhas, maquiar a cidade. A população pergunta sobre o estado das ruas, cheias de buracos. E os empregos? Os terrenos vendidos? E as emendas que não vem? Deveria dizer à população que o município não tem certidão. De todas as emendas anunciadas, não vai chegar nem 20%. Consultamos o Tribunal de Contas e Porecatu não tem todas as certidões. Sem certidão não há verba. Acessem www.tce-pr.gov.br e confirmem. Certidões em atraso: Transferência Nº SIT 32493 e 32520, consultado em 20/11/2017. A última certidão emitida venceu em 29/08/2017. É o que consta no Tribunal de Contas do Estado.

Não bastasse, milhares de reais estão sendo retidos mensalmente para pagar os precatórios de uma sucessão de administrações imediatistas, que achavam que nunca seriam cobrados.

Não se pode enganar a população, omitir. Algumas pessoas não têm acesso à informação e acreditam nas histórias contadas por alguns políticos. Veja nesta edição matéria sobre a biometria da Justiça Eleitoral e confirmem a gravidade do problema: A acentuada redução da população, da renda per capita e do número de eleitores. Todos os indicadores mostram uma situação crítica e o prefeito insiste em brincar de jardineiro.

É um prefeito muito bonzinho, dedicado, trabalhador, que ajuda as pessoas e tem um belo trabalho voluntário.
Infelizmente, além da bondade é preciso escolher prioridades, governar para a maioria. Oxalá mude a maneira de agir e ajude Porecatu nessa difícil caminhada.

 

Imagens do canteiro da Av. Antônio Fernandes (em frente a Rodoviária), onde as flores estão morrendo e secando sob sol escaldante.

 


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>