Levantamento aponta altos valores a serem pagos em Bela Vista


O Prefeito Edson Vieira Brene quase caiu de costas quando recebeu o relatório realizado por uma empresa de auditoria e controladoria de Curitiba sobre a saúde financeira do município de Bela Vista do Paraíso.
Segundo Brene, “a gente sabia que a situação não era boa, pois volta e meia aparecia um cobrador que a gente nem conhecia. Mas agora, vendo isso, é de assustar”, disse.

O levantamento chegou às mãos do Jornal da Cidade com exclusividade. Podemos adiantar que os valores chegam a casa dos 27 milhões de reais. Vamos detalhar:

O Instituto Corpore cobra uma dívida de mais de 906 mil reais. A Prefeitura contesta e diz que a Corpore pretende que a Prefeitura assuma o pagamento das verbas rescisórias do acerto com os funcionários. A Justiça do Trabalho já bloqueou um total de R$ 120 mil das contas da Prefeitura. O município pretende recorrer pois admite uma dívida de R$ 218 mil.

A administração anterior deixou dívidas, como folha de pagamento (dez/2016) inscrita em restos a pagar, repasses para a Previbel e vários fornecedores, totalizando cerca de 950 mil reais. Existem ainda débitos não contabilizados, com a Copel, Precatórios do TJ-PR, Sanepar, telefone, Instituto Corpore (R$ 218 mil) e alguns fornecedores, totalizando mais de 760 mil reais.

A administração calcula que, para recuperar o asfalto das ruas do município seria necessário a incrível soma de R$ 1.750.000,00. “O asfalto ficou muito tempo sem conservação. Em alguns bairros novos, o serviço era de péssima qualidade. Não durou nada e já estragou. Os tapa buracos não resolveram o problema. Calculo que vai mais de um milhão e meio para arrumar a cidade inteira”, disse o Prefeito Edson Vieira Brene.

Ainda tem a obra do teatro, parado a anos. O anfiteatro que possui sérios problemas estruturais e de goteiras, a Escola Palmeiras, a quadra da Escola Alcenira, as quadras dos conjuntos, da Primavera e o Ginásio de Esportes Formiguinha. A soma final assusta: Seriam preciso investimentos na ordem de quase 27 milhões de reais para recuperar o município de Bela Vista. É logico que algumas obras são emergenciais e outras podem esperar um pouco mais.

Brene lamenta que as administrações anteriores não tivessem feito a manutenção adequada dos prédios públicos, aprovado construções de baixa qualidade, não realizado uma manutenção de qualidade no asfalto da cidade e, principalmente, gasto de forma inadequada os recursos públicos. “Fico triste em saber que a situação está dessa maneira. Nossa cidade merecia ser melhor administrada, bem cuidada, mantida, pelo menos. Deixaram a coisa correr solta. Não tiveram fiscalização, não fizeram economia, não mantiveram a máquina pública como devia. Vamos ver o que a gente pode fazer e enviar o levantamento para os órgãos competentes, Ministério Público, Tribunal de Contas. É uma pena. Vamos fazer o que estiver ao nosso alcance”, admitiu.

O piso dessa quadra está sendo refeito.

A Supercreche não estava concluída. Já foi entregue.

Na fotos acima: Local onde era a antiga biblioteca e a Secretária de Educação. Abandonada, virou mocó para desocupados. Ao lado, a real situação do ambulatório central. Abaixo, o Ginásio Formiguinha, lixo, instalações abandonadas, sem manutenção. Não foi possível colocar foto dos buracos no asfalto por falta de espaço… Pobre Bela Vista. O que fizeram com você?


One thought on “Levantamento aponta altos valores a serem pagos em Bela Vista

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>