Nota de Esclarecimento


A Secretaria Municipal de educação e Cultura do município de Sertaneja-PR vem por meio desta nota repudiar veementemente as informações veiculadas na edição 1485, publicada no dia 22 de setembro de 2017, pelo jornal “A Cidade” (sic) onde veicula a reportagem com o seguinte título: Vírus fecha creche em Sertaneja.

Nesta reportagem é dito de forma descabida e mentirosa que o Prefeito Jamison Donizete da Silva “teria solicitado economia de material de limpeza”, diante deste suposto relato é necessário informar que nem o prefeito ou qualquer outro membro de sua administração tenha (sic) solicitado tal ato. Quando trabalhamos com crianças temos a clareza de que todo o esforço na busca por um ambiente saudável vem antes de qualquer economia.

Esta Secretaria e está (sic) administração sempre prezou pela qualidade do serviço público, pois é nosso dever enquanto servidores públicos. Outro (sic) a ser salientado é que todos os pais foram avisados e todos estão cientes que o que foi feito, foi pensando na saúde de todas as crianças.

Todos os funcionários do CMEI Primavera têm a certeza que estão cumprindo seu papel e tem pra isso todo o apoio da administração, e ao lerem a reportagem se sentiram ofendidos, e desta forma assinam junto (sic) esta nota de esclarecimento.

Assim o mínimo que se espera de um órgão de imprensa imparcial é uma retratação, pois não aceitamos em nenhum momento que tais fatos ludibriem a população que tem a noção do trabalho que vem sendo realizado por esta importante instituição de nossa cidade. (A nota segue assinada por 4 pessoas que ocupam cargos comissionados e 3 nomes não assinaram a nota).

 

NOTA DA REDAÇÃO:

A reportagem é VERDADEIRA e contra a verdade não há argumentos. A creche ficou fechada SIM devido a disseminação de um vírus. Este vírus é causado por contaminação e sua principal forma de propagação é a falta de higiene. Isso não pode ser negado. Jamais culpamos os funcionários. Quanto ao pedido de economia feito pelo Prefeito, a informação nos chegou desta forma e, hoje, todos os prefeitos pedem economia, devido a redução dos repasses oficiais. Isso não pode ser negado. Da mesma forma, ficamos ofendidos por terem errado o nome do jornal (nosso jornal se chama Jornal da Cidade – leiam antes de escreverem), num claro despreparo de quem redigiu a nota acima, a qual reproduzimos aqui, com todos os erros de português nela constantes, numa comprovação que este jornal age de forma isenta e imparcial. Quem tenta ludibriar a população são pessoas fanáticas e tendenciosas que não aceitam a verdade. Vale salientar que uma Secretaria de Educação jamais deveria ter redigido um comunicado com tantos erros de ortografia e gramática. Lastimável.


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>