Reforma de praça em Jaguapitã recebe críticas


O Prefeito Ciro Brasil não se cansa de estar envolvido em polêmicas. Não bastasse o município ser o primeiro colocado no quesito “pior desempenho de gasto com pessoal do Paraná”, agora o polêmico prefeito está de novo na mídia. Dessa vez, o caso diz respeito a reforma da Praça central São José dos Bandeirantes.

O prefeito, gastou (e gastou mal), mais de 300 mil reais numa reforma que vem recebendo críticas da população. Senão vejamos: Onde havia uma calçada, o concreto recebeu (pasmem) outra camada de concreto por cima. Sem falar que já está todo trincado, rachado.

Onde haviam bancos confortáveis, agora há dois pedaços de concreto rústico, sem nenhuma beleza, sem referência aos pioneiros, desconfortáveis, de uma ergometria condenável. Onde haviam superpostes, foram colocadas luminárias rebaixadas de baixa intensidade de luz, que tornaram o local favorável à assaltos e delitos. O parquinho foi retirado e o que sobraram foram apenas mato e nenhuma esperança para as crianças.

Um chafariz foi construído e já se tornou um criadouro de mosquitos da dengue, uma vez que a manutenção é precária. Na placa do convênio, com recursos do Governo Federal (Ministério das Cidades) e repassados pela Caixa Econômica Federal, o valor da obra ultrapassa os R$ 300 mil reais. No Portal da Transparência do município ainda consta uma contrapartida paga pelo município de Jaguapitã, no valor de mais de R$ 28.880 para uma empresa de Londrina. Os dados são públicos e qualquer cidadão pode consultar.

É lamentável ver um município de um povo honrado e trabalhador passar por situações como essa. A população sente-se indignada com obras de gosto duvidoso, com tanta falta de gerenciamento e um extremo desafio às leis, apostando na impunidade. Infelizmente, a Câmara Municipal, na sua grande maioria de vereadores (não todos), vem sendo complacente com os desmandos que ocorrem em Jaguapitã, uma cidade linda, próspera, de um povo que não merecia passar pelo que está passando.

Olha isso: Funcionários despejam concreto sobre concreto. Desperdício do dinheiro público.

 

Na placa da obra, o valor gasto: Mais de 300 mil reais

 

Foram colocados bancos desconfortáveis e ásperos. População critica: “acabaram com a praça”.

 

Na Praça São José dos Bandeirantes, em Jaguapitã, onde antes havia um parque infantil, agora existe mato.

 


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>