Passageiros reclamam da redução nos horários de ônibus

Os usuários do transporte coletivo da RML – Região Metropolitana de Londrina reclamam da falta de estrutura dos locais de espera dos ônibus das linhas intermunicipais e agora lamentam a redução da frota e, consequentemente, a mudança dos horários.

As duas empresas que operam no transporte coletivo de passageiros na RML – Viação Garcia e TIL – alteraram a circulação de veículos desde as ações emergenciais na prevenção do novo Coronavírus, instauradas no Estado e nos municípios. Com a reabertura do comércio e a volta gradativa das atividades que agora são consideradas essenciais, o fluxo de pessoas que dependem do transporte coletivo aumentou e isso fez gerar muitas reclamações.

Como agora não há ônibus suficientes, os carros circulam bem cheios, complicando ainda mais a prevenção contra o vírus. Muitas pessoas entram nos ônibus sem máscaras e as empresas precisavam ter mais cuidado para manter as regras de prevenção.

Em virtude do transtorno gerado pela redução do número de veículos da frota intermunicipal, as Promotorias que atuam na área da Defesa do Consumidor abriram um procedimento administrativo no último dia 08 de maio.

O DER/PR foi notificado para que recomende às empresas concessionárias a retomada da tabela oficial de horários, nos momentos de pico diário. Foram feitas várias denúncias às promotorias por parte da população a respeito da locação do transporte coletivo, gerando aglomerações, fato que configura o risco de contaminação pela Covid-19.

O documento pede que as concessionárias voltem a operar os horários oficiais na faixa de pico (manhã e tarde), podendo manter os ajustes, desde que a demanda justifique. As empresas também deverão cumprir uma série de medidas sanitárias, de controle e segurança para preservar a saúde dos passageiros.

Entre elas, está o reforço nas medidas de higienização no interior dos veículos e superfícies dos veículos, o uso de máscaras de proteção dos funcionários e passageiros, distância de 2 metros entre os usuários nas filas, entre outras medidas protetivas.

Ônibus intermunicipais tiveram horários reduzidos. Usuários reclamam da superlotação e dificuldades para se deslocar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *