Temporal causa estragos na região

Várias cidades da região foram atingidas por um violento temporal, ocorrido no final da tarde do dia 08 de setembro, uma quarta-feira. Em Jaguapitã, mais de 50 casas foram destelhadas, principalmente na região dos bairros Mutirão I e II. A Defesa Civil e o Departamento de Assistência Social logo deram total apoio aos moradores, com a entrega de cestas básicas, marmitas e roupas. Muitos perderam tudo.

O Prefeito Gerson Marcato, o vice, Jean Carlos, toda equipe de governo, Defesa Civil e alguns vereadores foram a campo para ajudar os desabrigados. Muitos bairros ficaram vários dias sem energia, como a Vila Rural. Segundo Gerson Marcato, “os danos materiais são muito tristes, mas, graças a Deus, não houve nenhuma vítima fatal”.

Cerca de 14 cidades do norte do Paraná tiveram o abastecimento de água interrompidas. As mais atingidas foram Primeiro de Maio, Uraí, Rancho Alegre e alguns distritos de Centenário do Sul, Astorga, Bela Vista do Paraíso e outras localidades. A falta d’água se deu, segundo a Sanepar, a falta de energia elétrica para que os motores funcionassem. Em Maringá, os ventos atingiram 140 km por hora.

Em Sertanópolis, várias residências sofreram avarias e algumas chegaram a ser destelhadas. No Cemitério Municipal, várias árvores tombaram o que levou a interdição do local por alguns dias, para a retirada das árvores. As equipes do Departamento de Obras agiram rapidamente e foram às ruas para retirar árvores caídas e para uma limpeza emergencial.

O cemitério municipal de Sertanópolis foi bastante atingido pelos fortes ventos e chuvas.
Por onde passou as fortes rajadas de ventos e tempestade, imóveis foram destelhados e árvores tombadas, causando grandes transtornos e medo na população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *