Pioneiro recebe homenagem em Florestópolis

O pioneiro Samuel Baise recebeu, no último dia 18 de março, o título de Cidadão Honorário de Florestópolis. A honraria foi indicada pela vereadora Amegilda (gestão 2017/2020), imediatamente aceita pelo então presidente José Antônio Moraes e os demais vereadores. Samuel Andrade Baise chegou ainda novo em Florestópolis e desbravou a região. Hoje com 88 anos, Samuel Baise recebeu no título em sessão solene da Câmara de Vereadores, entregue no salão de eventos da Paróquia São João Batista. Seu pai, Paulo Baise, nascido em Minas Gerais, foi pai de oito filhos, entre eles, Samuel. A primeira atividade foi uma lavoura de café, na Fazenda São Paulo, uma das primeiras da região.

A primeira propriedade, localizada na Água do Cerne, em Sertanópolis, foi vendida em 1941 e a família mudou-se para Florestópolis, instalando-se nas margens do Rio Capim. A cidade não tinha luz elétrica e dependia de um motor, instalado na fazenda. Samuel era o encarregado de ligar e desligar o motor, todos os dias. Haviam poucas famílias, ele conta. “Em torno de umas vinte famílias. Por volta de 1945, os primeiros postes começaram a ser instalados, utilizando madeiras da Fazenda São Paulo. Até 1950 era o responsável pelo motor, que abastecia as casas e meia dúzia de postes na rua principal. Naquele tempo, a vida era muito boa. O básico a gente comprava nas cidades vizinhas, como Bela Vista do Paraíso e depois em Porecatu”, afirmou.

Samuel é casado com Ivanete Maria de Almeida, com quem teve três filhos, que o ajudam tomar conta da fazenda, no cultivo de cana-de-açúcar. Ele sempre deu especial atenção aos moradores de Florestópolis, principalmente às crianças e adolescentes. Em 1999, abriu as portas de sua Fazenda São Manoel para o projeto Construindo o Futuro. Através do projeto, as crianças aprenderiam o básico sobre o plantio e, quando havia produção, poderiam vender para ganhar um dinheirinho. As atividades aconteciam no contra turno escolar e cuidavam da horta, onde cultivavam alface, couve, espinafre, beterraba, abobrinha e pimentão. A produção garantia o consumo de verduras e legumes para as famílias dos adolescentes participantes, além de entidades assistenciais do município, hospital e creches. A Prefeitura era parceira no projeto, através de repasse mensal e ônibus para o transporte dos jovens até a fazenda.

Samuel Baise é um grande exemplo de dedicação é amor por Florestópolis. Homenagem merecida, justa e verdadeira. As fotos foram gentilmente cedidas por Cláudia Corsino.

Samuel Baise, homenageado como Cidadão Honorário em Florestópolis, acompanhado do ex-prefeito Nelson Júnior e da vereadora na época, Amegilda Almeida, autora do projeto que concedeu o Título ao pioneiro.
O vice-prefeito Davi Carvalho e a esposa Gisele Kusse prestigiaram a homenagem ao amigo Samuel Baise.
A família reunida parabenizou o patriarca. Homenagem justa e sincera.
Mesa de honra da sessão solene para entrega do Título de Cidadão Honorário de Florestópolis a Samuel Baise.
Samuel Baise.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.