Alvorada do Sul monta operação de guerra contra o Covid-19

O Município de Alvorada do Sul tem se destacado em toda a região no combate ao COVID-19. Além de proteger os seus moradores, ainda precisa se preocupar com os chacareiros que são proprietários das mais de 5.00 chácaras existentes no município.

Desde o dia 17/03/2020, quando foi editado o Decreto nº 52/2020, foram implantadas medidas até agora eficazes no combate ao vírus. Foi criado o Comitê COVID-19, responsável pela coordenação do combate ao vírus; A coordenação do Comitê Covid-19 está a cargo da enfermeira efetiva Paola de Lemos Bazoni Benelli.

O município colocou em prática todas as recomendações da Organização Mundial e do Ministério da Saúde. Houve o fechamento do comércio, restando somente os de atividades essenciais e ainda com limitações e total controle no acesso de pessoas.

Foram realizados treinamentos com o pessoal das equipes da saúde de como proceder em relação a eventuais infectados pelo COVID-19.

No dia 07/04/2020, sem desestruturar as equipes da saúde, foram remanejados servidores de outras secretarias passando a comporem temporariamente a equipe da vigilância sanitária. E também conta com o apoio de alguns voluntários nesta nova equipe. Os mesmos, devidamente uniformizados e treinados, ficam posicionados estrategicamente nos estabelecimentos comerciais, orientando a formação de filas, distribuindo mascaras e ainda explicando o teor dos decretos municipais que tratam do COVID-19.

No dia 14/04 o comércio teve seu funcionamento retomado, porém com horários mais restritos. Além disso, está sendo realizada uma barreira sanitária na entrada da cidade, em horários e dias estratégicos, que visam justamente a descontaminação dos veículos e orientação aos chacareiros que passam pela cidade.

Também foi trabalhado parcerias com a iniciativa privada para que as mesmas possam colaborar com o poder Público e Comercio nas ações de combate ao vírus. A empresa GILMED, do empresário Diego Calsavara doou 2.500 mascaras aos comerciantes, comerciários e seus clientes quando adentram as dependências dos estabelecimentos. Já empresa TOP TOP CONFECÇÕES doou outras 2.000 mascaras, que estão sendo distribuídas principalmente para a população, em especial os de grupos de riscos que necessitam ir aos bancos e comércios da cidade.

Alvorada do Sul não teve nenhum caso e não tem nenhum suspeito sendo monitorado.

Os voluntários estão orientando os chacareiros, solicitando que evitem de circular na cidade e, nos casos extremos, somente uma pessoa de cada família saia de casa.
Foi feita uma barreira sanitária com orientações. Os participantes são voluntários. Alvorada do Sul não teve nenhum caso confirmado. O comércio reabriu em horário especial e com uma série de restrições e determinações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.