Vereador defende prefeito em Bela Vista

O grau de comprometimento de um vereador pode ser medido na sua defesa de seus confrades. O vereador Maikon Luiz Costa Barros não gostou de uma matéria publicada em nossa última edição e defendeu o Prefeito Jacaré, insinuando que o jornal teria sido parcial. Esclarecemos que o Jornal da Cidade circula a 21 anos no mercado, enquanto o vereador tem apenas cinco meses de mandato. Isso já é o suficiente para ter um comparativo. O vereador Maikon Barros atacou a imprensa perguntando ao redator do jornal, que estava presente à sessão, sobre eventuais dívidas deixadas pela última administração, como a Sanepar, Previbel e o pagamento dos médicos.

Esclarecemos que, primeiramente, é absoluta verdade que várias obras e ações foram paralisadas no município de Bela Vista do Paraíso. Segundo, deveria o vereador e seus defendidos, apresentar à população, o resultado de um possível relatório sobre as eventuais dívidas, com provas cabais. As nossas provas são as fotos, pois uma imagem vale mais que mil palavras (Confúcio).

Com relação a Sanepar, a dívida vem de muito tempo. O ex-prefeito Edson Vieira Brene foi obrigado a renegociar a dívida, que, até então, aumentou muito por conta de juros e multa sobre os valores em atraso. Com certeza, o atual prefeito vai deixar o cargo, talvez devendo, já que a dívida vem se arrastando a anos.

A Previbel tem uma dívida impagável e também vem desde os tempos do ex-prefeito Augustinho Marques, que, ao contrário de pagar a dívida, ainda realizou saques na reserva da Previbel. Depois Florindo Palu, teve a oportunidade de passar a Previdência dos Servidores Municipais para o INSS e acabou não transferindo essa dívida, além de não depositar corretamente os recursos da entidade.

Com relação aos médicos, a dívida refere-se ao último mês da administração anterior, uma vez que seria necessária a emissão de nota fiscal em 31/12/2020. O pagamento ocorre até o dia 10 do mês seguinte. Não tinha possibilidade de pagar sem um documento contábil. O nobre vereador também deveria falar que a propalada economia anunciada pelo Executivo, acabou se esvaindo em aumentos salariais, horas extras e gastos exorbitantes.

O Jornal da Cidade reafirma a matéria publicada, pois existem sim obras paradas em Bela Vista do Paraíso e isso não é conta da gestão passada, como o vereador quis justificar. Essas contas vêm de muito tempo e o ex-prefeito administrou sem a necessidade de ficar lastimando a inércia de sua gestão. Fez o que foi possível por Bela Vista e o mesmo não tem sido feito pela atual gestão. Somos do princípio que, se casou com a viúva, tem que cuidar dos filhos e não ficar procurando pelo em ovo, justificando com alternativas absurdas as lamúrias do presente (da redação).

Vereador Maykon Barros.
Prefeito de Bela Vista, Fabricio Pastore (Jacaré).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *