Tenan denuncia licitações suspeitas em Porecatu

O vereador Alex Tenan denunciou ao Tribunal de Contas do Estado do Paraná, a contratação de uma empresa de cerimoniais e eventos para atender “as necessidades da administração municipal de Porecatu”.

O Pregão Presencial Nº 31/2021, no valor de R$ 36.250,00 tinha previsão de abertura no dia 07 de abril. Segundo Tenan, “o município possui pessoas capacitadas para executar esse tipo de serviço e não há necessidade desse tipo de contratação, cujo valor poderia ser utilizado na área da saúde, que tanto precisa de recursos, principalmente nessa época de pandemia. Vale lembrar que eventos e cerimoniais estão suspensos, pois não pode haver aglomeração”, definiu.

Outra suspeita de Tenan diz respeito à dispensa de licitação de uma empresa para compra de um suposto aplicativo de informações sobre o Covid-19, no valor de R$ 90 mil reais.

Segundo Tenan, “a empresa possui diversos objetos em seu CNPJ, inclusive cobranças e está localizada num bairro residencial de Londrina. Não possui várias certidões, o que impossibilita a contratação e, não bastasse, alguns servidores municipais, como o fiscal do contrato, advogados da Prefeitura e o pessoal da licitação perceberam que se trata de uma contratação inusitada e desnecessária, uma vez que existem aplicativos gratuitos, através do Governo Estadual, Federal e sites especializados. Ao saber que o fiscal do contrato havia recomendado que a compra não fosse efetuada, o Prefeito Fábio Luiz Andrade ordenou a troca do fiscal, numa atitude muito suspeita.

O Tribunal de Contas agora irá investigar o caso e iremos informar o andamento da ação, mais uma contra o Prefeito Fábio Luiz Andrade. Aguarde em nossas próximas edições.

App do Governo do Estado para monitoramento dos casos de Covid-19 no Paraná. Ferramenta gratuita que pode ser usada pela população e alimentado com dados oficiais das Secretarias de Saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *