Na pandemia, Sermusa tem dificuldades na contratação de profissionais em Sertanópolis

Devido a pandemia do Covid-19, houve uma escassez de profissionais da área da saúde. O município de Sertanópolis durante 60 dias vem tentando fazer as contratações necessárias. O Poder Público deve contratar empresas devidamente cadastradas no Cismepar – Consórcio Intermunicipal do Médio Paranapanema. Recentemente foi contratada a Dra. Ana Heloísa Coronado Berg para o ambulatório do Covid-19, que atendeu três vezes por semana, no mês de junho. Em julho, a médica passará a atender de terça a sexta, durante todo o período (manhã e tarde).

Mais um clínico geral foi contratado e atende um período no Centro de Saúde Paulo Roberto Martins (em frente a rodoviária) e, no outro período o atendimento é na UBS Romildo Martins, no Jardim Amâncio Secco.

Não bastasse a dificuldade na contratação de médicos, outros servidores adoecem e precisam de afastamento, afinal estão na linha de frente da pandemia e sujeitos a uma exposição muito maior. O grande volume de serviços também causa transtornos, dificultando ainda mais. O Sermusa – Serviço Municipal de Saúde de Sertanópolis – abriu processo de licitação para serviços de enfermagem, auxiliar e técnicos de enfermagem, que vão auxiliar na vacinação contra a Covid-19 e no ambulatório central, para casos suspeitos de contaminação pelo Coronavírus.

Novos medicamentos
O Serviço de Saúde já conta com novos medicamentos indicados para casos mais graves de Covid-19, como o Xarelto e Heparina, anticoagulantes que poderão ser utilizados em pacientes internados. O Xarelto (rivaroxabana) age na prevenção da formação de coágulos em vasos sanguíneos em pacientes que apresentem um ou mais fatores de risco, como insuficiência cardíaca congestiva, pressão alta, etc. A Heparina também é um anticoagulante, que atua impedindo a formação de coágulos sanguíneos (trombos). Ambos os fármacos só podem ser administrados em hospital, respeitando a indicação médica.

Novos médicos e profissionais já foram contratados, e ainda serão contratados mais para auxiliar na linha de frente e vacinação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *