Consórcio de máquinas e equipamentos atrai produtores rurais

Máquinas e equipamentos agrícolas, carros, caminhões, tratores, embarcações, aviões, drones, equipamentos de energia sustentável, terrenos, imóveis e até serviços. Esses são alguns dos bens que podem ser adquiridos por meio do consórcio agro da Sicredi União PR/SP. A carteira agro da cooperativa soma R$ 250 milhões em créditos de consórcio, em mais de 3 mil cotas.

O associado César Luis Vellini, produtor rural no município de Jardim Olinda, comprou um trator por meio do consórcio agro. O veículo, no valor de mais de R$ 170 mil, agilizou o plantio da soja. “Fomos sorteados neste ano, dois meses antes de começar o plantio da soja, então compramos mais um trator. Ajudou muito, pois conseguimos adiantar o plantio”, conta. “Todo mundo deveria fazer um consórcio agro. É como uma poupança, quando menos se espera, surge um crédito para realizar algo que está precisando na fazenda. E com taxas mais acessíveis do que financiamento”, acrescenta o produtor.

Como não tem juros, o consórcio é uma forma econômica de adquirir bens, explica a Assessora de Consórcio, Tatiane Silva. “Há apenas uma taxa de administração que é dividida pelo prazo total do grupo que o associado escolher. Como não tem juros, ele se torna a maneira mais econômica para adquirir bens ou serviços, uma vez que a taxa de administração é bem menor e mais atrativa se comparada aos juros de um financiamento”, explica.

A taxa de administração varia com o produto escolhido e é referente ao período todo: em cinco anos, oito anos ou até 15 anos no caso de imóveis. Já o prazo de pagamento varia de 36 a 200 meses, de acordo com o bem adquirido.

Há, ainda, outros benefícios de fazer um consórcio agro. “Não precisa dar entrada, o parcelamento é integral. Outra vantagem é que existem diversas faixas de valores e prazos, de acordo com a necessidade de cada produtor. Sem contar que o consorciado tem o poder de compra à vista, porque ele vai ter o crédito na mão para comprar o bem e vai pagar a prazo. Além disso, o consorciado tem a liberdade de escolha do bem, e pode ser um bem novo ou usado (com até dez anos de uso)”, detalha.

Não é necessário só contar com a sorte. Existe a possibilidade de antecipar a contemplação por meio de lance. Na Sicredi União PR/SP é possível utilizar até 25% do valor da cota do consórcio para pagar o lance.

O consórcio é um produto que tem ganhado mais espaço no mercado, segundo Tatiane. “É uma maneira econômica e tem tudo a ver com planejamento financeiro. O sistema de consórcio se fortaleceu ainda mais, porque a pandemia fez com que as pessoas se preocupassem com o futuro, com o planejamento financeiro, e o consórcio tem tudo a ver com isso”, acrescenta a assessora.

O gerente de desenvolvimento agro, Vitor Pasquini, reforça a preocupação da cooperativa com o agronegócio. “Nós, do Sicredi, estamos sempre preocupados com o desenvolvimento do associado e do agro, por isso, prestamos um serviço de consultoria para identificar a necessidade dos associados e oferecer as melhores soluções financeiras. É o Sicredi fazendo agro pelo Brasil”.

O consórcio é um produto cooperativo, pois os consorciados pagam as parcelas para que, a cada mês, alguns sejam contemplados e antecipem a realização dos sonhos.

César Luis Vellini, produtor de Jardim Olinda.

Fonte: Assessoria de comunicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *