Polícia investiga morte de bebe de dois meses em Primeiro de Maio

A Polícia Civil de Primeiro de Maio investiga a morte de um bebê de apenas dois meses, que teve óbito constatado no último dia 20 de agosto, por volta das 2 horas da manhã, no hospital de Primeiro de Maio. Ouvido pela PM, o médico que atendeu o caso disse que, ainda na madrugada, a criança chegou trazida por seus pais, que estavam acompanhados de outros familiares.

O bebê apresentava, na região do pescoço, equimoses, extravasamentos de sangue, que resultaram em manchas roxas na pele, além de sangramento no nariz. Os pais não relataram detalhes pois estavam muito abalados. As equimoses são extravasamento de sangue dos vasos sanguíneos da pele que se rompem, formando uma área de cor roxa e, normalmente, está relacionada a traumas, contusões ou efeito colateral de alguns medicamentos.

Segundo os pais, quando acordaram e já viram a criança sem vida. Segundo eles, o bebê não teria sofrido agressão ou queda. Mesmo assim, o médico, por precaução, acionou a PM. A Polícia Civil prossegue com as investigações. O corpo da criança foi enviado para o IML, que irá informar a causa da morte, retirando ou confirmando o laudo emitido pela perícia médica. Tudo leva a crer que a criança possa ter caído ou sofrido esmagamento involuntário por um adulto.

A investigação será feita pela Polícia Civil após laudo conclusivo do IML sobre a causa da morte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *