Primeiro de Maio implanta barreiras sanitárias

O município de Primeiro de Maio implantou barreiras sanitárias na entrada da cidade. Equipes do setor de saúde fazem a aferição da temperatura corporal, orientam sobre o uso da máscara e ainda elaboram uma série de perguntas sobre a saúde dos visitantes.

Uma das barreiras está instalada na rotatória do Cristo, na entrada da cidade e tem como objetivo ser mais uma arma na luta contra o Covid-19. A orientação quanto as medidas a serem seguidas e os riscos de transmissão do vírus são os principais assuntos abordados. As equipes são formadas por enfermeiras, pessoal da defesa civil, voluntários e funcionários municipais que orientam, principalmente os chacareiros e todos os que chegam à cidade, para que evitem circular pela cidade desnecessariamente e o façam somente em casos extremos, mesmo assim que somente uma pessoa de cada família o faça.

A temperatura corporal é medida através de um aparelho digital, sem contato direto com a pessoa. Os visitantes também são orientados sobre a necessidade de isolar pessoas com idades acima de 60 anos, dos grupos de riscos e crianças, durante a estadia na cidade. O uso de álcool em gel também é orientado, a lavagem das mãos várias vezes ao dia e o uso de máscaras obrigatoriamente nas vias públicas e nos estabelecimentos comerciais. É proibida a entrada em qualquer loja comercial se a pessoa não estiver usando máscara, assim como o distanciamento social (manter a distância mínima de 2 metros de outras pessoas).

As orientações dadas pela barreira sanitária foram determinadas pelas autoridades competentes, em especial da Coordenação do Comitê Covid-19.

Primeiro de Maio tem sido um bom exemplo na região na luta contra o Coronavírus.

Equipes do setor de saúde de Primeiro de Maio em operação nas barreiras sanitárias. Abordagem para orientações e aferição de temperatura corporal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *