Primeiro de Maio vacina

A vacinação em Primeiro de Maio está pronta para voltar às atividades. Devido a dificuldade com conseguir novas doses, a vacinação está em ritmo lento. Assim que o Governo Federal, através do Ministério da Saúde liberar novas doses, a cidade está preparada para voltar a vacinar, em ritmo total.

Até o momento, foram recebidas 5.157 doses, enviadas pela Secretaria de Estado da Saúde. Foram aplicadas 3.781 doses. As pessoas com mais de 60 anos foram todas vacinadas. Atualmente estão sendo vacinadas as pessoas com comorbidades, com idades entre 50 a 60 anos. As comorbidades são as doenças pré-existentes, como diabetes, hipertensão arterial, cardíacos, renais crônicos e outras. Basta comparecer na central de agendamento com um atestado médico ou receita, que a pessoa será avaliada pelo médico do sistema de saúde para confirmar se ela realmente possui alguma comorbidade. A situação é tranquila e a maioria tem sido aprovada.

Segundo André Furtado, diretor do Hospital Municipal de Primeiro de Maio, “aumentaram muito os casos. Tem sido expressivo e estamos solicitando à Secretaria de Saúde mais doses da vacina. No entanto, fazem dias que não está sendo produzida nenhuma dose. Os insumos acabaram e as vacinas que temos são para a segunda dose ou para comorbidades. Assim que a gente receber novas doses vamos voltar a vacinar”, explicou.

Foram aplicadas 3.781 doses em Primeiro de Maio e a equipe de vacinação está no aguardo de novas doses do Ministério da Saúde para concluir mais etapas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *