Vereador de Primeiro de Maio leva multa por atraso de pagamento

O vereador de Primeiro de Maio, Donizete Treze Litz foi multado pelo Ministério Público Estadual por atraso no pagamento de um TAC – Termo de Ajustamento de Conduta.

Em janeiro de 2019, quatro vereadores de Primeiro de Maio – Elenilson José Espanholo (Pinguinha), Claudecir Sidnei Camilo (Montanha), Laércio Bianchini e Donizete Treze Litz, foram a Curitiba para participarem da solenidade de posse do novo governador e deputados estaduais, eleitos em 2018.

Para a viagem, cada um fez a retirada de R$ 1.289,00 em dinheiro. Após o passeio, o Ministério Público entendeu que a viagem não era oficial e tão pouco representava benefício para o município. Dessa forma, entrou com uma Ação Civil Pública para o ressarcimento dos valores aos cofres públicos. Os vereadores foram condenados a devolverem os valores utilizados, mais uma multa para cada um, no valor de R$ 570,00 que deveria ser pago ao Asilo Lar da Paz, de Primeiro de Maio.

O Ministério Público ainda foi complacente e parcelou o pagamento em duas parcelas de R$ 644,92 mais a multa de R$ 570,00 para o Asilo. Pinguinha e Montanha pagaram as duas parcelas. Laércio pagou a primeira e atrasou a segunda em sete dias. Devido ao atraso, levou uma multa de mais R$ 342,00.

Já o vereador Treze, o imbatível, sabe tudo, enfrentador, atrasou o pagamento da primeira parcela e da segunda também. A soma dos atrasos, deu ao nobre vereador uma multinha de (apenas) R$ 3.648,00.

Uma vergonha, um vereador que vota e propõe leis, não cumprir as mesmas. Esperamos que o valoroso povo de Primeiro de Maio veja esses exemplos e não vote mais em vereador que faz coisa errada e ainda por cima não cumpre as determinações da lei.

O vereador Donizete Treze Litz, não pagou em dia o acordo com o MP e foi multado em mais R$ 3.648,00 pelo atraso no pagamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.