Vereadores não trazem nenhum centavo e dão despesas

Os vereadores Gilmar Chuchu e Zé Oscar, até o momento, não conseguiram um centavo sequer para Primeiro de Maio. Falam muito, mas ações, realizações, conquistas, projetos, que é bom, nada. A dupla tem como objetivo posar para fotos e apresentar projetos que dão despesas ao município, sem, no entanto, indicar uma fonte de receita.

Quando um vereador propõe uma melhoria, seja lá o que for e essa melhoria tiver algum custo para o município, deve indicar a fonte da receita. Por exemplo: Vamos fazer um novo posto de saúde. Ótimo, perfeito. Mas o dinheiro vai sair de onde?

Um projeto de lei, que isenta o pagamento de impostos por alguns ambulantes é muito louvável. Porém, é renúncia de receita. De onde vai vir a cobertura para esse benefício. Não basta indicar. Tem que apresentar soluções.

O salário dos vereadores é de R$ 5.836,03 cada. Está no Portal da Transparência. Esse valor é para trabalhar apenas meia hora por semana. Como são dois vereadores “preocupados” com o município de Primeiro de Maio, dá a bagatela de R$ 11.672,06 e que, ao ano, darão mais de 140 mil reais. É muito, senhores, para não fazer nada ou muito pouco, arrumar despesas e não conseguir um centavo sequer de retorno. Tem vereador que batalha, corre atrás, pede aos deputados e que até merecia ganhar mais. Porém, Chuchu e Zé Oscar não justificam os subsídios. Os outros sete vereadores têm feito um ótimo trabalho, sem nenhum problema, mas, esses dois vereadores Chuchu e Zé Oscar só inventam despesas.

GILMAR CHUCHU E ZÉ OSCAR.
SALÁRIO MENSAL: R$ 5.836,03
SALÁRIO ANUAL: R$ 70.032,36
POR ANO, ESSA DUPLA RECEBE R$ 140.064,36
GILMAR CHUCHU E ZÉ OSCAR.
SALÁRIO MENSAL: R$ 5.836,03
SALÁRIO ANUAL: R$ 70.032,36
POR ANO, ESSA DUPLA RECEBE R$ 140.064,36

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *