Pandemia da Covid-19 faz crescer a procura por jornais impressos no País

Dados do IVC (Instituto Verificador de Comunicação) divulgados no mês de junho revelam que, na comparação entre dezembro de 2020 e maio de 2021, o Estadão assumiu a primeira posição em tiragem impressa no Brasil, com média de 76.416 exemplares por dia. O Globo ficou em segundo lugar.

A circulação digital dos principais jornais do Brasil cresceu 3,3%, com os 10 principais jornais do país somando mais de 1 milhão de assinaturas. Os líderes em assinaturas digitais se mantiveram os mesmos de dezembro: Folha, Globo, Estadão e Valor, que registraram altas de 6,1%, 7,9%, 1,8% e 6,5%.

Entre os jornais que compõem a Associação Nacional dos Jornais do Interior do Brasil (Adjori BR), composta por Adjoris de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Rondônia, Sergipe e Rio Grande do Sul, tiveram aumento de 10% em média na tiragem e circulação de exemplares neste período, a alta pela procura do jornal impresso está associada diretamente aos efeitos da pandemia, apesar dos meios digitais estarem presentes na maioria dos lares, a leitura do jornal com as informações e notícias com fontes seguras complementa e atesta aquilo que é apresentado nos outros meios de comunicação. Por meio de suas afiliadas, a Adjori Brasil congrega mais de 600 jornais associados. Como são jornais locais e microrregionais, circulando em média em três ou quatro municípios, eles são responsáveis pela informação que chega diretamente a cerca de dois mil municípios brasileiros.

A Adjori Paraná é composta por 52 jornais, chegando a 300.000 exemplares por semana.

Paraná
A Adjori, Associação dos Jornais, Revistas e Portais do Paraná é composta por 52 jornais, chegando a 300.000 exemplares por semana, para um público de aproximadamente 1 milhão de leitores semanalmente, o jornal é um dos meios de comunicação com mais credibilidade e comodidade, podendo ser consultado a qualquer hora do dia, sem necessariamente estar esperando um horário específico para receber a informação, tornando-se assim um meio de maior abrangência no Paraná.

Região Norte do Paraná.
No Vale do Paranapanema, o jornal de maior circulação é o Jornal da Cidade, com mais de 6.000 exemplares e 21 anos de fundação. É distribuído em Sertanópolis, Primeiro de Maio, Alvorada do Sul, Bela Vista do Paraíso, Porecatu, Florestópolis, Prado Ferreira, Jaguapitã, Leópolis, Rancho Alegre, Sertaneja e Jataizinho. O jornal possui gráfica própria com impressora, guilhotina e máquina de gravação de chapas. Tem duas máquinas laser para gravação de matrizes e dá emprego para 5 famílias. Além do Jornal da Cidade, o grupo possui ainda uma rádio web, uma produtora de vídeo, uma gravadora de áudio e a gráfica.

Segundo o fundador, jornalista Getulio Soares, “quando se fala em meios de comunicação não existe substituição, mas complemento. Cada meio de comunicação deve ser necessário. Se a notícia é mais ágil nos meios digitais e eletrônicos, o impresso possui maior credibilidade e tem investido em tudo que alinhe o impresso ao digital”, explicou.

O Jornal da Cidade, impresso regional, filiado a Adjori-Pr, circula em 12 municípios da região chegando a marca de 150 mil leitores por edição, com credibilidade de 21 anos de mercado, sem fake news.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *