MP apura compra excessiva de carne

O Ministério Público Estadual, através da 1ª Promotoria de Porecatu, instaurou inquérito civil sob Nº 0114.21.000187-0 para investigar eventual aquisição de carnes em montante superior a demanda pelo Hospital Santa Branca em Florestópolis e outros setores da saúde pública municipal.

No início do ano foi realizado uma licitação para aquisição de toneladas de carne. Para se ter uma ideia, em 60 dias, foram consumidas 2,33 toneladas de carne e embutidos, o que dá uma média de 40 kg de carne e embutidos por dia. Uma denúncia foi feita à promotoria e vamos preservar o nome do denunciante, bem como do açougue que venceu a licitação, até que o inquérito seja concluído. Após o desfecho do caso, poderemos publicar os envolvidos e aí o inquérito se torna público.

O inquérito civil foi publicado no último dia 16 de junho e a promotora encarregada do caso é a Dr. Silvia Luiza Dariva e Pereira. Um dos pregões, o de Nº 03/2021, para aquisição de carnes e embutidos para o Hospital Santa Branca, tem o valor de R$ 195.735,00 e foi assinado em 29 de abril deste ano. Outro pregão, de R$ 61.445,50 também foi assinado no mesmo dia. Aparenta ser lotes diferentes. Vamos acompanhar o caso e verificar junto a promotoria assim novos dados surgirem.

Está instaurado inquérito pelo MP para investigação de compras excessivas de carnes pelo Hospital Santa Branca em Florestópolis, na atual administração do Prefeito Onício de Souza. A média de consumo é de 40 kg por dia. Foto: Reprodução da Internet.
Imagem ilustrativa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *