Iniciado recape com micropavimento em Sertanópolis

Em meados de junho, teve início mais uma etapa de recape de diversas vias públicas de Sertanópolis, com processo de micropavimento, através de caminhão usina. Os serviços que estão sendo executados são melhores que aqueles que foram realizados alguns anos atrás. Agora, além da correção primária através de operação tapa buracos, a camada de micropavimento é maior, atingido a espessura de mais de 1,0 cm, o que irá garantir maior durabilidade ao pavimento.

Serão contemplados os bairros do Jardim Amâncio Secco (inteiro), a Avenida Dr. Vacyr Gonçalves Pereira, a Rua Distrito Federal, o prolongamento da Rua Senador Souza Naves, próximo ao Abatedouro Municipal, até a Rodovia PR 323 – Rodovia Celso Garcia Cid, além da Rua Sérgio Severo de Carvalho, continuação da Rua Espírito Santo até a confluência com o Contorno Sul. Na Rua Distrito Federal, estão sendo feitas duas camadas. Em algumas outras ruas está sendo feito onde é necessário 2 camadas e 1 camada em locais de menor tráfego. Um exemplo é o prolongamento da Rua Souza Naves. Da esquina da Rua Distrito Federal até o Biscoito Andriolli, serão duas camadas, devido ao tráfego intenso de caminhões. Dali em diante, até a rodovia PR 323, será uma camada.

Os investimentos somam R$ 1.093.262,00, num total de 124 mil m2. Até o momento foram executados cerca de 20 mil m2. Esse tipo de serviço visa aumentar a sobrevida do asfalto nas vias públicas e foram escolhidas levando em conta alguns fatores, como a quantidade de tráfego, tempo de uso sem manutenção e a necessidade de recape.

Segundo a administração, outros recapes serão necessários, para que as ruas e avenidas de Sertanópolis estejam sempre em boas condições de uso. “É mais barato fazer a manutenção do que deixar para depois e gastar mais”, observou o Secretário Geral, Bruno Brocoli.

Vários trechos, em diversos bairros serão recapados. Ao todo serão mais de 120mil m2, com investimento de mais de 1 milhão, para melhoria do tráfego.
A administração municipal investe na manutenção, que é mais barata e rápida, do que a recuperação total das vias, se danificadas por muito tempo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *