Na pandemia, ato cívico teve transmissão ao vivo

A Prefeitura de Sertanópolis inovou e, para manter a tradição do Ato Cívico da Independência, a solução encontrada foi fazer uma transmissão ao vivo pela internet. A administração alegou que, embora tenha conseguido um grande avanço com a vacinação da população, ainda é cedo para correr qualquer risco.

O Ato Cívico aconteceu defronte a Prefeitura Municipal e contou com o comparecimento de poucas pessoas, já que não houve um convite formal à população. A palavra ecumênica ficou a cargo do Padre Júlio Fabiano Rodrigues Afonso e do Bispo Nilton Andrade, que representou o Conselho de Pastores de Sertanópolis.

O hasteamento das bandeiras ficou a cargo da Prefeita Ana Ruth Secco, do Secretário Geral Bruno Brócoli e do Procurador do Município, Henrique Zanoni. Nenhum vereador se fez presente ao Ato Cívico, nem o vice-prefeito. Em seu pronunciamento, Ana Ruth disse que a Pátria precisa de filhos que a ame. Segundo ela, “a pátria só será livre se houverem cidadãos honestos e conscientes. É preciso (que os gestores públicos) trabalhem com honestidade. A pátria somos todos nós. Feliz e livre é a nação onde a gestão visa o bem comum. Somente seremos livres quando todos se reconhecerem como irmãos e cada um trabalhar para o bem da pátria e Deus reinar em seus corações. As leis humanas devem ter base nas leis divinas”, completou.

A Prefeita ainda disse que “Sete de Setembro deve ser um dia de reflexão, para olharmos para nossa bandeira com orgulho por cumprir o nosso papel”. Num momento de emoção, Ana Ruth lembrou o pai, Amâncio Secco. “Estou orgulhosa de ver o que meu pai fez pela nossa cidade. Minha intenção é o trabalho para o bem de todos”, finalizou.

O Ato Cívico foi encerrado pela aluna Ana Clara da Silva Carvalho, do 5º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Benedito Biasi Zanin, que leu um texto sobre a data cívica.

Com pouco público e transmissão via internet ao vivo, ato cívico em Sertanópolis manteve o tradicional hasteamento das bandeiras.
Prefeita Ana Ruth Secco discursou, e acompanhada do Secretário Geral Bruno Brócoli e do Procurador do Município, Henrique Zanoni hastearam as bandeiras.
Bispo Nilton Andrade e o Padre Júlio Fabiano Rodrigues Afonso fizeram a palavra ecumênica.
Acompanhada da Secretaria de Educação, Graziela Fávero, a aluna Ana Clara da Silva Carvalho, do 5º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Benedito Biasi Zanin encerrou o ato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *