Prefeitura busca solução para roubos no Cemitério em Sertanópolis

No mês de junho, aconteceram vários roubos de imagens e artigos de bronze no Cemitério Municipal de Sertanópolis. Esta não é a primeira vez que ocorre. Em dezembro de 2020, já haviam acontecido roubos de imagens. No Cemitério São João Batista, em Bela Vista, também houveram roubos nessa mesma época. A polícia andou prendendo receptadores em Londrina e Rolândia.

O cemitério municipal de Sertanópolis tinha uma parte do muro quebrado, que permitia a entrada de bois e cavalos, além de vândalos e desocupados. No mês de abril deste ano, várias melhorias foram executadas no Cemitério Municipal. Entre elas está a ampliação da Capela Ecumênica, a pintura das principais ruas, a reforma e restauração do Cruzeiro, a colocação de lixeiras em todas as áreas e instalação de vários pontos de água.

Após o roubo, a Prefeitura tratou de registrar um Boletim de Ocorrência e a Delegacia de Polícia Civil, através do Delegado Titular, Dr. Damião Benassi Júnior solicitou a vinda da Polícia Científica de Maringá que colheu impressões digitais, principalmente em uma santa que não conseguiram carregar. Para solucionar momentaneamente o problema, foi contratado um segurança armado e posteriormente será instalado 10 câmeras de segurança, inclusive com visão noturna e 3 super postes, com lâmpadas de led, em locais estratégicos. Alguns metais estão supervalorizados no mercado negro. Para se ter uma ideia, um quilo de bronze chega a custar cerca de R$ 140,00 o quilo. Apenas algumas letras com data de nascimento e falecimento dá cerca de dois quilos.

Esses vândalos não respeitam a memória de nossos familiares que já se foram levando, em muitos casos, as últimas imagens das pessoas falecidas. Esse é um problema recorrente em várias cidades da região. Enquanto houverem receptadores que comprar esse tipo de material e pessoas que aceitam qualquer valor por uma porção de droga, será difícil conter a ação. O jeito é dificultar o roubo.

O perito da Polícia Científica de Maringá colheu as impressões digitais para investigar o caso.
Novamente peças em bronze foram furtadas no Cemitério Municipal de Sertanópolis e as medidas para prevenção já estão sendo tomadas pela Administração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *