Jataizinho: 100 dias arrumando a casa

O Prefeito Vilsinho Quirino (Wilson Fernandes) assumiu a prefeitura de Jataizinho em condições precárias. Em entrevista exclusiva ao Jornal da Cidade, Vilsinho mostrou um pouco da situação em que recebeu a Prefeitura. Segundo ele, “estamos finalizando um relatório sobre a situação. Para se ter uma ideia, a Prefeitura deve para a Previdência, cerca de 9,2 milhões de reais da gestão anterior (Dirceu Urbano) e mais 700 mil da gestão do Élio Batista da Silva (Élio Duque). Estou parcelando a dívida porque não temos como pagar. Já pagamos mais de 300 mil reais (uma média de 100 mil por mês) de dívidas, com a Copel, telefone, Pasep e INSS. Até os veículos recebemos sem estepe”, disse injuriado.

A situação de Jataizinho beira a calamidade. “Estamos tomando algumas medidas duras neste início do mandato, mas não há outra forma. Cortei contratações, despesas e estamos fazendo o que é correto. Esse povo (administrações anteriores) eram muito mal-acostumados. Estamos finalizando um relatório que vou entregar para o Promotor (Ministério Público) e para o Jornal da Cidade, que por sinal, está divulgando apenas pela informação, sem cobrar nada. Agradecemos pela ajuda”, elogiou.

Havia muita coisa errada em Jataizinho e a cada dia, aparecem “novidades”. O telefone da Prefeitura foi cortado no dia 07 de janeiro, por falta de pagamento. Outro problema é o Hospital. “Estamos procurando uma saída e vamos fazer um contrato de acordo com a Promotoria. Não temos como comprar ou construir um hospital. O custo é muito alto e nosso índice de pessoal está no limite. Não podemos contratar mais ninguém”, disse preocupado.

A administração de Jataizinho pretende, num primeiro passo, pagar ou parcelar as dívidas principais e acertar a situação financeira do município. A arrecadação caiu devido a pandemia e a dificuldade do comércio. “Sempre procurei trabalhar e fazer o que é correto. Não faço nada errado. Infelizmente, apareceram muitas coisas erradas, mas não quero prejudicar ninguém. Eles que se entendam com a Justiça. Do dia 01 de janeiro em diante, eu assumo tudo que fizer. Daí para trás, quem deve que se acerte com a Justiça”, disse resoluto.

O Jornal da Cidade irá publicar, em nossas próximas edições, o relatório completo da situação em Jataizinho. Aguarde nossa edição especial sobre o assunto, em primeira mão.

O Prefeito Vilsinho Quirino concedeu entrevista exclusiva ao Jornal da Cidade.
A administração está tomando medidas duras para corrigir os problemas encontrados.
Um dos maiores problemas do município é a saúde. O único hospital da cidade é particular. Os postos de saúde atendem somente durante o dia.
Vilsinho encontrou os maquinários sucateados, em estado lastimável. “A cidade estava abandonada”, disse o Prefeito.
Carro da Educação foi entregue a nova gestão sem estepe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *