Vereador propõe acabar com a Defesa Civil

O vereador Geovane Pascoal (DEM), disse, em pronunciamento na Câmara Municipal de Bela Vista do Paraíso, que a Defesa Civil só dava despesas. Ele sugeriu acabar com o órgão, mandando que todos os agentes da defesa civil fossem trabalhar na Garagem Municipal.

Logo em seguida, devido a grande repercussão de seu pronunciamento, o vereador amenizou, dizendo que “sua intenção era apenas gerar um debate”. Porém, em seu pronunciamento, disse que “precisamos ver se é viável manter a Defesa Civil aberta, porque até então, é só despesas”, disse. Com relação aos gastos da instituição que atende toda região, segundo ele, “seria de R$ 50 mil por mês”, afirmou. Pascoal afirma que nove pessoas trabalham na Defesa Civil. Na verdade, são sete agentes, em escala de plantão 24 horas de trabalho por 48 horas de folga. Pelos dados do Portal da Transparência, a Defesa Civil teve um gasto de R$ 30,4 mil por mês, sendo que, nos anos anteriores, o valor foi menor, por volta de R$ 24,9 mil. Ou seja: menos da metade que o vereador disse.

Numa reunião entre os vereadores, o Prefeito Fabricio Jacaré Pastore, disse que uma das fontes de despesas do município é a Defesa Civil. Seu interlocutor, para levar a mensagem foi Geovane Pascoal. Depois da polêmica, nenhum, nem o Prefeito, nem o vereador, assumiram o que disseram. Estão todos pianinhos, ninguém sabe, ninguém viu. “Não era bem isso, queria apenas debater”, contemporizaram.

Não adianta o prefeito dizer que não falou, porque temos várias testemunhas (inclusive vereadores da situação) que participaram dessa reunião e que, reservamo-nos ao direito de preservar a fonte. Quanto ao custo, não resta outra saída, pois um município não pode pagar por despesas geradas em outra cidade. A solução seria a criação de um consórcio entre cidades para que o custo fosse rateado entre os municípios. Portanto, existem três alternativas: A criação de um consórcio de Defesa Civil, pagar as despesas sozinho ou acabar com a Defesa Civil, o que parece não ser a proposta mais aceita.

Existe ainda a possibilidade de transformar a Defesa Civil numa unidade do Corpo de Bombeiros, custeada pelo Estado. Qual vai ser? O que não pode é acabar com a Defesa Civil.

A Unidade de Defesa Civil atua no atendimento de emergências para a população.
O vereador Pascoal sugeriu acabar com a Defesa Civil em Bela Vista do Paraíso, alegando corte de despesas ao município, sem considerar o tipo de serviço prestado à população. Mas e se alguém precisar de socorro, chama quem?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *